CRÔNICAS NOVAS TODA SEXTA-FEIRA. CONFIRA!

 

sábado, 23 de agosto de 2008

CRÔNICA DE DOMINGO


Crônica de Domingo

Cheguei em casa, de viagem de trabalho, minha mãe me dá um abração e fala: "meu bebezão chegou". Puxei ela pro quarto e disse: "trouxe um trequim procê": um potim de doce que ela gosta.
Fui pro quarto dos meu pais e deitei.
Meu pai, sentado no pufe em frente à cama, puxa uma prosa sobre como foi o trabalho, o que eu fiz lá e umas sugestões do que eu poderia fazer.
Chega minha irmã. Pula em cima de mim. Ui, me esmagou...rs
Fui dormir, tirar um cochilim.
Acordei com o almoço pronto e com meus avós chegando, abraço apertado e "bença vó, bença vô".
Eta comidinha boa de domingo e coca-cola.
Em seguida - e durante o almoço - o tradicional proseado.
Chega a sobremesa, mais proseado.
Todo mundo foi pra varanda - com jardim novo. A família toda.
Vô contando as histórias, os causos, os acontecimentos de um gato.
Vó dando as risadas dela.
Colo de vó, colo de vô.
E a prosa se seguia, comentários de jornal, acontecimentos, vida dos outros (brasileiro é brasileiro), família, conselho de vô...e mais risadas.
Cafézim.
Coisas de domingo, coisas de domingo...

(texto retirado de Késia Câmara, ed. A vida é bela, julho 2008)

7 comentários:

jvcosmo disse...

Deu até vontade de ir pra casa da minha avó no fds almoçar e ficar atoa conversando....

André Mangabeira disse...

gente, mas esse blog tá ficando chic dimaaaaaaais da conta..rss
bacana Késia, continue.
(adorei a foto)

Vamos conversar sobre o logotipo dele depois

minha sugestão por enquanto é tentar encurtar um pouquinho o nome, fica complicado pra divulgação..eu acho. he he
bjão

Lana disse...

muito gostoso o comentario sobre o domingo,è assim mesmo,essa prosa deu atè vontade de estar aì!!!!!!!!
bjs


tia

Willian disse...

Figurinha vc é demais, leva jeito pra coisa sabia? ja pensou em escrever pra alguma revista de fofofcas RSRS

abração
Willian (fiote)

Késia Câmara disse...

ô fiote, revista de fofoca nao né? Acaba comigo.....rs

abraço

Wanderson Jacquês disse...

E o misterioso entendimento que há entre avô e neto, na hora em que a mãe castiga, e ele olha para você, sabendo que, se você não ousa intervir abertamente, pelo menos lhe dá sua incondicional cumplicidade.

Amo meus avós.. Ahhh! Ano passado eles completaram 52 aninhus de casados... Que liinnnnnddddoooo!

Késia Câmara disse...

Que gracinha!!!